coprocessamento

Resíduos: você sabe para onde vai tudo isso?

O vídeo, produzido pelo SNIC e pela ABCP, mostra como a indústria do cimento pretende, com o coprocessamento, reduzir 30% de suas emissões de CO2 e substituir 55 milhões de toneladas de combustíveis fósseis até 2050

Resolução Conama 499/20

Nova resolução federal sobre coprocessamento reflete adequação da legislação ao conceito de economia circular e uso sustentável dos recursos naturais

Brasil tem tudo para ser referência em economia circular

Em entrevista à CNI, presidente da ABCP e SNIC, Paulo Camillo, destaca o papel da indústria do cimento no novo modelo de desenvolvimento

Panorama do Coprocessamento. Brasil 2020 (Ano base 2018)

Panorama do Coprocessamento no Brasil (base 2018), publicado pela ABCP, reflete abrangência da atividade de coprocessamento no país

Criada a FBRER – Frente Brasil de Recuperação Energética de Resíduos

ABCP, Abetre, Abiogás e Abrelpe se unem para viabilizar soluções técnicas e operacionais em prol da destinação mais sustentável do lixo urbano

Sima e Sabesp promovem 5° Ciclo sobre Tecnologias de Tratamento de Resíduos

Encontro ocorreu por videoconferência e contou com aproximadamente 400 participantes

Óleo no litoral, o destino dos resíduos retirados das praias

A expectativa é coprocessar ao menos 2.000 toneladas do óleo retirado das praias

Coprocessamento nas fábricas de cimento

Vídeo SNIC / ABCP mostra o processo de destruição de resíduos em fornos de cimento

Indústria do cimento apresenta Roadmap na FIESP

Proposta, alinhada ao Acordo de Paris, busca redução de até 33% na emissão de gases de efeito estufa (CO2)

Cientistas desenvolvem projetos para reaproveitar o óleo que está poluindo o litoral do Nordeste

Revista Galileu: Pesquisadores da UFBa trabalham com método para transformar óleo em matéria-prima para a construção civil